ADAN KADMON E IVI

ADAN KADMON E IVI

Você ja deve ter ouvido falar de Adão e Eva ou Adan e Ivi, sabe dizer quem são, já pensou em quem realmente são, ou acredita simplesmente no que a Igreja lhes ensinou, vamos falar e revelar o que ocultam de vocês por milênios, e o mais impressionante é que continuam acreditando, vocês têm o potêncial mental ou conciente para analisarem, mas, parece-me que existe um bloqueio, não conseguem ir além desta barreira, alguns denominaram de Véu de Isis, Véu de Maia, e outros mais, não ultrapassam ou tem preguissa de ultrapassar o chamado fim do túnel, e este fim não existe! Você ja parou e buscou entender ou saber, porque as pseudas Religiões criaram tantas histórias, mantendo os principios básicos encontrados no Egito ou seja, poder e escravidão.

No entanto mantiveram apenas o que lhes interessa e o que poderia destrona-los através de comprovações reveladoras, simplesmente ocultaram, como por exemplo: os textos denominados de Apócrifos, sem contar com as provas antropológicas e arqueológicas, de que aqui estamos muito tempo antes da presença no egito e que não somos originarios do planeta em que vivemos e dai vem a estória de Adam Kadmon. .Bem vamos ao que interessa,:

Adam Kadmon: O símbolo do Homem Primordial = Primordial Man, dizem ser o primeiro a surgir com a criação do Cosmo, é muito comum a uma série de tradições religiosas e filosóficas. Os Upanishads descrevem um homem primitivo da própria terra, composto por elementos que eram para se tornar o mundo. De acordo com o Upanishads este “divino e gigantesco ser”. Com efeito, na tradição hindu, o Homem Primordial é identificado como todo o Universo ou alma ou essência de todas as coisas. Curiosamente, uma semelhante imagem é encontrada em Plutarco, em que refere que a totalidade dos céus é organizado sob a forma de um macroanthropos, um colossal ser humano que é concebido como um modelo para o mundo humano.

Para Plutarco, o sol está no cerne desta estrela e da lua, o sol, é o andrógino menssageiro, em verdade uma luz e está localizada entre o coração e a barriga.

O Adam primordiail é também um símbolo importante no Gnosticismo.

O Gnostico é inserido a partir do versículo em Gênesis “Façamos o homem à nossa própria imagem” que o primeiro terreno, aqui porèm cabe um adendo: Vejam bem Façamos, isso significa que vários seres fizeram o corpo do homem, Deus é um como ele diria (façamos) então ele não gerou sózinho ou isso é erro de interpretação dos escritos, o homem foi criado com base no modelo de um elevado cósmico Adão = Espirito ou Essência a qual poderia-mos denominar como Hermafrodita, mas incorretamente, devido a essência não possuir sexo. No texto Nag Hammadi, o Apócrifo de João, ficamos a saber que este é o primeiro Anthropos criação de “conhecimento perfeito e Intelecto”, podemos dizer que não é apenas conhecimento perfeito e intelecto mas Consciência Primeva. Isto torna-se o celestial Anthropos modelo através do qual o demiurgo forja um terreno Adam. Vamos explicar um pouco melhor, Adam Kadmon é a essência gerada em primeiro plano, ou seja todos nós, no entanto criaram um corpo materail de nominando-lhe como o Adam humano, fisico, e um não tem nada com o outro, porque esse Adan primordial, não é o mesmo Adan Hominal que devido sua prisão, excluiram-lhe o potencial divino.Transformando-lhe em dual, por isso Adan e Ivi, ou seja, este ser encarnado era um, tornou-se dois (Alma e Espirito = Eva e Adão). Outras fontes referem gnósticas como o “archons” (fêmea demigods concebida como correspondentes a cada um dos sete planetas) formaram uma terrena Adão para cumprir seu desejo sexual para a celestial Anthropos que estava para além do seu alcance espiritual. Entre os Mandeans (gnósticas uma seita que sobrevive hoje no Iraque), o primordial Adam coincide com o cosmos, no corpo dele está o corpo do mundo, e sua alma a alma de todas as almas. Em uma imagem que viria a reaparecer na Kabbalah, o Gnostico considerou que os seres humanos individuais são os descendentes de cósmica Anthropos, como resultado da fragmentação do Homem Primordial, o tal homem primordial não existe, o homem é fruto de manipulação genética gerado aqui no planeta terra, e alguns vieram de outros planetas. Na Kabbalah, o Homem Primordial é falado como Adam Kadmon, e, no Lurianic Kabbalah este símbolo torna-se crucial uma noção Deus une, Homem, entenda-se por Espirito, e Mundo. Adam Kadmon, como sendo a primeira a sair da infinita divindade, Ain-treze, é essencialmente indistinguível da divindade, mas ao mesmo tempo o corpo dele para tanto emanar é dito e constituem o mundo. O homem=Espírito, tendo sido criado em Deus imagem, é dito pelos Kabbalistas o ser composto apenas por esses mesmos elementos cósmicos, a sefirot, que compõem o “corpo” de Adam Kadmon. O símbolo de Adam Kadmon exprime a idéia de que o Cosmo em si tem tanto uma alma e corpo que gosta muito de ser homem, isso é uma besteira, mais uma ilusão criada como simbologia para tentar explicar o que ainda não conseguiram entender,e se entenderam são hipócritas pois continuam mantendo mentiras, e que o mundo é demasiado exigente nos juros, valor é Eros, que normalmente é pensado para ser da exclusiva competência da Humanidade . No Lurianic Kabbalah, Adam Kadmon é o primeiro a ser espontaneamente a surgir no vazio metafísico, que foi formada no centro do cosmo após o Tzimtzum,vejam que criaram um centro no Cosmo que não existe.. O Sefirot e mundos que eles compõem são, de acordo com Luria e seu discípulo, Vital, emanadas da diversos orifícios em Adans Kadmon ¹ s cabeça: a partir da orelha, o nariz, olhos e boca. O mais alto, mais sublime dessas emanações, as formas de Atziluth mundo, a partir do hebraico “ETZEL”, significando “perto” (para o infinito Deus). No entanto, mesmo superior à Atziluth, de acordo com a Lurianists, é o Mundo de Adam Kadmon em si mesmo, muitas vezes abreviada como o Mundial de A K, um mundo tão alto e tão sublime de ser praticamente indistinguíveis de Ein-Sof. A partir de dentro deste reino, tão perto do infinito Deus, Adam Kadmon subsequente orienta o rumo dos acontecimentos na mundos inferiores. Adam Kadmon, a partir de sua residência na parte mais alta do mundo, é fundamental não apenas na emane do Sefirot, mas também na sua reconstrução e reparação. Luzes, desta vez a partir da testa de Adam Kadmon, banhar-se os vasos quebrados, e atualmente seu momento inicial em Partzufim reconstrução. Como tal, de acordo com Luria, o Homem Primordial é fundamental não só para o mundo da criação, mas assim como para a sua redenção. Ainda assim, é a província de reais homens =(Espiritos) e mulheres = (Almas) para garantir ao mundo Tikkun O símbolo do Homem Primordial e Adam Kadmon é discutido em detalhe nos Símbolos da Kabbalah, e em relação ao semelhante conceito indianos em Filosofia, Gnosticismo e Carl Jung, em Capítulos 3, 5 e 8 de Kabbalistic Metáforas. Prestem bem atenção (Metaforas), ou seja tudo o que você vê ou ouve, não é verdadeiro, tem outro significado. Eu pergunto, para que Metafras, Ocultismos, Misticismo, porque não ser tudo as claras, por acaso você também não faz parte ou permite que as mentiras continuem.
PAZ E LUZ.

Olá, Sou  Athlon Asael, Uma Essência do Plano Superior de Luz.

Cadastre-se em nossa Lista Vip para receber nossas Atualizações Semanais.